sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Mais um desabafo.....

Cabeça fervilhando por causa das novas (na verdade, até antigas) 'modas' no meio cristão, que têm sua fonte em versículos isolados, experiências particulares e até mesmo um certo quê de sincretismos e que são expressas por meio de frases, canções, ações e, infelizmente, preleções.
Só mistificam ou modificam o evangelho, que por si só já tem o poder para salvar, que é a mensagem da Cruz.
Coração machucado por causa disso tudo!
Sinto-me só diante de um oceano....
.... de campanhas para alcançar, exterminar, conquistar, ordenar;
.... de cruzadas em prol disso ou daquilo ou, pior, deste ou daquele;
.... de canções que massageiam o ego humano ou exploram o Soberano;
.... de frases formuladas fora do contexto e que cunham pretextos humanos, recheados de egolatria e megalomanias;
.... de preleções que não possuem a correta sistematização do aprendizado das Escrituras e, assim, trazem um silêncio da verdade que é gritado em palavras sem corroboração bíblica de fato;
.... de manifestações que se dizem espirituais, mas que têm características semelhantes à outros movimentos religiosos, inclusive pagãos.
E quando leio Tito 2, principalmente os últimos cinco versículos, mais uma vez meus olhos são abertos para ver que há algo estranho no que temos visto e ouvido.
Paulo diz a Tito que DEVEMOS ensinar, exortar, repreender (Tt 4.15), ou seja, manifestar por meio de nossas palavras e atos, isso:

"Porque a graça de Deus se manifestou salvadora a todos os homens. Ela nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente, enquanto aguardamos a bendita esperança: a gloriosa manifestação de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo. Ele se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar a Si mesmo um povo particularmente Seu, dedicado à prática de boas obras." (Tt 2.11-14)

Este é o Evangelho que DEVEMOS pregar, cantar, falar:
- O homem foi criado por Deus para Sua glória, mas pecou e destituído foi dela e, portanto, vive na prática do pecado, caminhando para a condenação eterna. Mas Deus tanto amou o homem que enviou o Seu Filho (Deus encarnado) para que nos religasse a Ele, purificando-nos de todo o pecado. Pela fé cremos nesse sacrifício e unidos novamente a Ele continuamos nossa jornada terrena com passos que manifestam sermos Dele, representantes do Seu Reino. Mas para caminharmos em santidade, o Espírito Santo está em nós e ao nosso redor, capacitando-nos, usando-nos, santificando-nos, até o dia que o próprio Jesus venha nos buscar.

Nada mais do que isso!

Enfim.... só mais um desabafo!

Em Cristo,


ANA PAULA PINHEIRO DE OLIVEIRA
04/10/2013

Nenhum comentário: