sexta-feira, 14 de junho de 2013

Still....

Nestes últimos dias tenho recebido pedidos de oração de algumas pessoas e presenciado situações na vida de outras.
Enquanto estudava há pouco Escatologia, o Ruy, meu esposo, começou a tocar no violão uma música.
Gosto muito de escutar músicas e, principalmente, "lê-las" ao cantar.
Continuei estudando, mas a música ficou tocando na minha mente, lembrei das pessoas que acima citei e veio ao meu coração o desejo de "falar" algumas palavras....
Então, escrevi! Poucas palavras, pois preciso voltar a estudar....

---------------

A letra desta música, em inglês, diz:

Hide me now under Your wings
Cover me within Your mighty hands.

When the oceans rise and thunders roar,
I will soar with You, above the storm.
Father, You are King over the flood.
I will be still and know You are God.

Find rest my soul in Christ alone.
Know His power in quietness and trust.

Se você não conhece a língua inglesa, ouça a música e você vai reconhecer qual é a música:


Esta é uma das versões dela em língua portuguesa que gosto muito:

Não é linda?
Enfim...
Still significa "imóvel, parado, quieto, em silêncio"...
E é essa palavra inglesa que ficou martelando na minha mente.
Still.... Still.... Stil.... Still....

É dela que vou falar um pouco.
Mas não me prenderei a questões linguísticas, teológicas, não!
É um falar poético, onde quero que você alcance a essência do todo.

Gosto muito das versões brasileiras dessa canção.
Amo cantá-las!
Amo mesmo!
Mas a essência que a letra em inglês traz é mais profunda.
Sim! Descansarei em Deus é tremendo!
Mas saber quem é Deus deve nos levar além...
É não se ABALAR com as tempestades.
É sentir a PAZ, que não tem como ser explicada, em meio à guerra.
É na balburdia das tantas vozes que surgem, SILENCIAR-SE em contemplação diante de Deus.
É não se ABALAR com / em / por / para nada!
Não sofrer nenhum tipo de "transformação", física, emocional ou espiritual, ante as situações.
Isso só é possível quando se conhece o DEUS que se serve!
Louvo a Deus dizendo: "I will be still... " - Eu não me abalarei.... SEI QUE ÉS DEUS!

Deixo esta pequena mensagem para você,....
..... que está vivenciando uma situação não agradável,
..... que recebeu uma notícia triste,
..... que está sofrendo com a falta de amor de alguns,
..... que precisa passar por um tratamento médico sofrível,
..... que está com tantos questionamentos na alma,
..... que se sente só em meio a tantos,
..... que não compreende certos motivos, silêncios, estações,
..... que não revela o que realmente está acontecendo dentro de si.

NÃO SE ABALE!
DESCANSE...
STILL...
...... em DEUS!

"Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-Lo. Tão certo como nasce o sol, Ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra." - Oséias 6:3

Em Cristo,

ANA PAULA PINHEIRO DE OLIVEIRA
14-junho-2013 / 20:44h

3 comentários:

Pablo Simón Barra disse...

Gostei a sua aclaracao em relacao a que nao era "um discutir teologico", é simples poesía!
Gostei!

Anônimo disse...

Lindo Ana!!!
Enquanto caminhamos rumo "a terra prometida", a presença diária do Pai é que nos sustentará, diante de um mundo mal, de enfermidades, sem amor.
Andréia

Ana Paula disse...

Pablo, na poesia expressamos o que a alma sente em relação às verdades teológicas, por isso que amo poetizar certas questões, que acabam mais facilmente sendo compreendidas por quem lê.

Cunhada (Andréia), nossa jornada aqui na terra é prazerosa por causa disso: a certeza de que Deus está conosco sempre!
Beijos!!!