quarta-feira, 23 de maio de 2012

Ele é Soberano!


“Se o Senhor não estivesse do nosso lado; que Israel o repita: Se o Senhor não estivesse do nosso lado quando os inimigos nos atacaram, eles já nos teriam engolido vivos, quando se enfureceram contra nós; as águas nos teriam arrastado e as torrentes nos teriam afogado; sim, as águas violentas nos teriam afogado!
Bendito seja o Senhor, que não nos entregou para sermos dilacerados pelos dentes deles.
Como um pássaro escapamos da armadilha do caçador; a armadilha foi quebrada, e nós escapamos.
O nosso socorro está no nome do Senhor, que fez os céus e a terra.” - Salmo 124
Davi, quem escreveu esse Salmo, enfatiza bem já no primeiro verso que Deus está ao lado, que não é distante e sem misericórdia. E busca fazer com que o povo de Israel também tenha essa certeza, tanto que solicita que seja repetida tal frase e, ainda, complementado com o que Deus fez.
Quem pode livrar senão for o Senhor?
Um Salmo que nos faz reconhecer Sua Soberania. O salmista bendiz ao Senhor por não terem sidos dilacerados pelos inimigos, mostrando que suas vidas estão sendo guiadas conforme o Seu querer.
Na nossa jornada terrestre, diante de qualquer percalço que surgir, devemos evidenciar essa firmeza de coração, reconhecendo que Deus está conosco e, através dessa atitude, mostrar quem é o nosso Deus e alcançarmos vidas, tal como apóstolo Paulo fez em sua viagem a Roma. Este demonstrou sua devoção ao Senhor, reconhecendo que Deus estava na direção de tudo que estava acontecendo com ele (estava preso e sendo encaminhado para Roma e seu barco naufragou).
Quando aprofundamos em conhecer mais sobre nosso Deus, nós nos conscientizamos de uma verdade: Ele em Sua presciência já tem nossa história escrita, bastando apenas que confiemos totalmente Nele, para que essa história seja contada diariamente e, independente das situações que surgirem, temos que ter a certeza de que elas estão dentro do que foi já planejado por nosso Deus para que Sua glória seja manifesta.
Os Teus olhos viram o meu embrião; todos os dias determinados para mim foram escritos no Teu livro antes de qualquer deles existir.” (Sl 139.16).

terça-feira, 15 de maio de 2012

Persistência...


Pesquisando sobre PERSISTÊNCIA, encontrei essa imagem...
E pensei... pensei...... pensei.....

Quantas vezes deixamos de alcançar o intento de nossos corações por olharmos para o quanto ainda temos que cavar e para as dores que surgem!
Quantas vezes perdemos o prazer de usufruir do melhor, por achar que ainda está longe o desejado!
Não desistamos de cavar, ou seja, ORAR!
Pois "..., como está escrito: "Olho nenhum viu, ouvido nenhum ouviu, mente nenhuma imaginou o que Deus preparou para aqueles que o amam" - 1 Coríntios 2:9

Deus lhe abençoe!!!!!!!!


Tudo em Deus podemos!

Este será o meu lugar de descanso para sempre;
aqui firmarei o meu trono, pois esse é o meu desejo. 
Salmo 132.14

O Salmo 132 (recomendo que o leia) é uma oração fervorosa, onde é recordado o zelo de Davi em relação à Arca da Aliança, seu desejo de construir uma morada para o Senhor, suas promessas e o pacto de Deus fez com o mesmo.
A proximidade com que o salmista vivia de Deus e o conhecimento da história do seu povo fez o seu coração ficar inquieto e escrever essa intercessão, que em resumo expõe o desejo de conquistar aquilo que Ele realmente havia planejado. Tal atitude demanda persistência, mesmo quando os impedimentos surgem.
Fortalecemos nossa esperança com o que o salmista escreveu, pois verso a verso podemos comprovar que Deus sempre se direciona ao que o busca com sinceridade de coração, pois é isso que Ele aguarda de toda a humanidade, a disposição de cumprir Sua vontade.
Esse Salmo também revela que votos realizados em conformidade com a Palavra de Deus devem ser cumpridos, pois recebem a devida atenção do Senhor. Suas promessas alcançam o Seu desígnio, mesmo que o tempo diga que não venha a acontecer. Não deixemos de cumprir aquilo que diante de Deus nos comprometemos a fazer, pois Ele cumprirá o que quer que seja, mas no Seu tempo, não no nosso.
E do mesmo modo que salmista termina esse hino - trazendo à memória dos que o lerem/cantarem a promessa de renovo, restauração, exaltação -, que em nossos corações jamais percamos tais promessas, mas que persistamos em estar sempre diante do nosso Deus com nossas orações.
Não deixemos que as situações contrárias abalem a nossa confiança no Eterno, mas que elas sirvam para que mais e mais descansemos em Deus e cumpramos o Seu querer para nossas vidas, pois Ele cumpre o que Ele diz. E os Seus propósitos jamais são para nos afastarmos Dele ou vivermos na amargura, qualquer que seja a situação; pelo contrário, Seus propósitos são para que estejamos eternamente ao Seu lado e sejamos Seus embaixadores aqui nesse mundo.

Deus lhe abençoe!