terça-feira, 9 de agosto de 2011

Um grito contido: CHEGA!



"Minha vida só me dá desgosto; por isso darei vazão à minha queixa e de alma amargurada me expressarei." (Jó 10.1)

O que mais amo na Palavra de Deus é isso: ela nos mostra a verdade da alma do homem até mesmo quando este está passando por uma provação.
Jó estava  no auge de seu tormento pessoal......
Estava na mais agoniante dor, isolado, pobre.
Um homem justo.
Mas que passava por um momento de sua vida que não há palavras humanas possam explicar.
E, para deixá-lo mais ainda amargurado, três amigos se aproximaram para lhe dar conselhos que machucaram mais ainda.

Jó se amargurou!
Jó chorou!
Jó reclamou!
Jó expôs toda as incompreensões que sua alma sentia por estar naquele estado..... momento.
Os amigos diziam: Você está em pecado! Deus está longe! Você está colhendo as consequências do erro!
Que conselhos!
Que conforto!
Jó GRITOU a Deus: "Afasta-te de mim, para que eu tenha um instante de alegria!" (Jó 10.20)

Quantas vezes na nossa jornada nossa alma também deseja dar tal grito.
Não compreendemos as situações e achamos que fomos esquecidos, relegados, deixados por Deus.
Chagas externas ou internas nos inquietam.
Permanecemos na jornada, mas não conseguimos andar.
Paramos!
Não saímos da estrada, mas não andamos.
Preferimos ficar ali, usando nossas atitudes, que são cacos, para poder aliviar uma dor por segundos.
Preferimos ficar ali, ouvindo palavras que podem até parecer amigas, mas que não atingem o âmago da dor ou não revelam realmente compreensão.
Preferimos ficar ali, alimentando-se com migalhas que nos são dadas e definhamos sem perceber.
E chega uma hora que gritamos!
Chega uma hora que a alma não consegue mais esconder e diz:
CHEGA!
Não entendo nada disso!
Não sei porque tudo isso!
Não consigo responder a todas essas interrogações que estão na minha mente!
Não existe nada mais que eu possa fazer!
CHEGA!

Eu não busquei essa dor.....
Eu não provoquei essa situação.....
Eu não estou entendendo nada......
CHEGA!
Eu sei que nada mereço.
Nem mesmo tão grande salvação.
Mas, CHEGA!
Quero sentir um pouco de alegria antes de morrer.... física ou emocionalmente.....


Não é verdade?
Não há momentos que queremos dar esse basta?


Por isso que eu amo a Deus!
Porque Ele nos deixou uma história que claramente nos diz que Ele compreende tais dias.
Ele sabe que há momentos que beiramos o precipício da depressão, amargura.
ELE SABE!


Meu querido leitor, Deus sabe de tudo!
E em momento algum nos deixou.
Nem mesmo quando tal qual Jó nossa alma assim exclamou: CHEGA!
Deus estava tratando do caráter de Jó.
Deus estava revelando-se para ele como nunca antes havia se revelado.
E é por isso que somos provados.
Para mais e mais parecermos com Cristo e para produzirmos o Fruto do Espírito.
Ele quer que o conheçamos não pelo que ELE FAZ, mas QUEM ELE É.


Não permitamos que nossas provações tornem-se em tentações.
Não!
Que venhamos a dar o GRITO, mas aos pés da cruz.
Deus ouve e vem......
Deus ouve e conforta.....
Deus ouve e fala!


Não fiquemos apenas parados no caminho no momento da provação....
Mesmo arrastando, SIGAMOS!

Você ouviu o hino acima?
Em momentos da ministração, o Davi Sacer diz:
"Talvez você esteja ouvindo e obedecendo a voz do Senhor.
E obedecer a voz do Senhor lhe levou para o meio da tempestade....
Mas a Palavra do Senhor não foi 'Vão e vocês vão enfrentar uma tempestade!'.
A Palavra do Senhor foi 'Vão atravessar até o outro lado!'....
O que Deus disse para você não foi 'Vá e enfrente aquela batalha!'.
Não! Ele disse 'Vá e atravesse para o outro lado!'.
Significa que se no meio do percurso se levantar uma tempestade,
uma luta contra você, a Palavra do Senhor ao seu respeito diz 'Vá até o outro lado!
Não há nada no meio que aconteça, não há nada que possa lhe parar.
A Palavra que Deus liberou é que Ele vai lhe encontrar do outro lado.'"

E é isso mesmo!
A ordem é chegar do outro lado, na Canaã Celestial, no Porto Seguro dos Céus, nossa Morada Eterna.
Deixemos de querer fazer o que apenas o Deus poderoso pode fazer, que é acalmar a tempestade.
Deixemos de buscar com nossa mente finita as respostas que não existem, pois não se explica Deus nem Seu agir.
Ele se revela para que O conheçamos, O adoremos.
Confiemos Nele totalmente!
Pois o que iremos dizer ao final da provação é o mesmo que Jó disse:
"Meus ouvidos já tinham ouvido a teu respeito, mas agora os meus olhos te viram." (Jó 42.5)


Deus lhe abençoe!!!!!

2 comentários:

elischeifcrisostomo@hotmail.com disse...

AMIGAÉ ASSIM QUE MINHA ALMA CLAMA, 'CHEGA SENHOR, ESTOU AQUI, AOS PÉS DA CRUZ'.

Ana Paula disse...

E jamais deixaremos de ali estar. Independente das situações, amiga!
Beijos!