sábado, 27 de agosto de 2011

A minha palavra...


Eu estou em busca da minha palavra!
Não entendeu?
Vou repetir: eu estou em busca da minha palavra!
Estou em busca do que ao simples mencionar me defina não para outros, mas para mim mesmo.
Só que isso significa que letras estão procurando dar as mãos em minha mente!!!
Ou seja, não é apenas uma palavra que baila dentro de mim, mas palavras e mais palavras...
Então, como saber qual seja a minha palavra?
Escrevendo!
Texto, poema, o que será?
Será aquilo que a alma deseja nesse momento.
Só que retorno ao início: eu estou em busca da minha palavra!
Uma apenas!
Mesmo que seja com uma sílaba: má, vã, lã, ré, fé, sé, vil, mil, sim, pó, só....
Hum! Será SÓ?
Não!
Acho que ela pode ser paroxítona: árdua, pacata, família, antiga, capitular, paradoxal, ....
Que coisa difícil!
Pois há ainda as dissílabas, proparoxítonas e umas oxítonas também. Há os advérbios, verbos e por aí vai.
E eu quero apenas uma!
Alguém pode me ajudar?

Obrigada!

2 comentários:

Mila Suzano disse...

"letras estão procurando dar as mãos em minha mente"

Lindo isso!

Ana Paula disse...

Thanks!!!!!!!!!