sexta-feira, 5 de agosto de 2011

.....


Consciente vejo um fato concretizar:
... a alma entoa sua melodia apenas quando é tocada.
Quando ela deixa de ser tangida, silencia-se e não permite que a ouçam.
Sua canção fica escondida por um sentimento denominado receio...
Receio de ser mais uma vez ferida...
Receio de ser mais uma vez mal compreendida...
Receio de não ser ouvida conforme está sendo cantada...
E entra na sua caverna que expressa ao redor silêncio, mas que dentro ecoa notas e mais notas da canção que insistentemente ainda procura ser expressada.
E não há o que lhe faça sair...
Não surge quem lhe estenda realmente a mão...
Mas a alma fica ali, sendo servida por esse tempo por Aquele que sabe qual canção é essa.
Pois foi Ele mesmo quem a escreveu...
E sabe como deve ser realmente tangida, cantada...
A alma aguarda...
Aguarda...

Nenhum comentário: