sábado, 17 de julho de 2010

Falar com Deus...

Agi como esse hino fala....... obtive o MELHOR DE DEUS!
Aleluia!!!!!!


Com o coração chorando...

Nestes últimos dias tenho lido algumas coisas que escrevi há algum tempo.
E encontrei esse poema que escrevi em um momento muito conturbado da minha vida, onde vivi situações que jamais poderia imaginar que pudesse acontecer comigo.
Mas, depois de quase dois anos, posso dizer que Deus é Pai e mostra-nos Seu cuidado.
Quando pensei que tudo iria ruir ou que iria haver uma solução da forma que eu queria, Ele veio e mostrou-me o SEU querer e eu tenho permitido que este é que se cumpra.
Por isso, quero lhe dizer apenas isso: DESCANSE EM DEUS!
Ele sabe o que é melhor para você.....


Paz!

========


Dilacerado está o meu coração,
minha mente está em confusão,
meu corpo sente leve tremor
e minha alma sente forte dor.

Lágrimas vindas da alma

jorram até mesmo na falsa calma.
Sinto-me totalmente esquartejada,
com minha vida quebrada.

Mas eu Lhe imploro, Pai,
que ouça esse meu 'ai',
que venha e faça o milagre
e que eu me sinta alegre.

Que eu veja o que se esconde
dentro dessa estrada defronte.
E que um piscar de luz a brilhar
eu possa ver e acreditar.

Acreditar que o 'não' ainda não foi dado
e que eu possa sentir o Teu cuidado.
E venha ter de novo a paz,
que hoje se torna tão fugaz.

"Meu Pai, olha para mim!
O inimigo veio com toda fúria e tem me deixado em pedaços.
Não consigo erguer a cabeça, nem os olhos, para ao menos buscar uma luz.
Pai! Socorro!"


Ana
13 de agosto de 2008.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Não desisto!

Remexendo nos meus escritos, encontrei este texto abaixo que foi escrito início do ano de 2010 (precisamente dia 07 de janeiro), quando meu cunhado Toninho levou um tiro quando assalto no dia 31 de dezembro (ao romper do ano), com ele estava minha irmã Luciana, em uma cidade perto de Salvador.
Por negligência médica veio a falecer 3 dias depois.
Na realidade, foi um fim de ano muito conturbado para mim e minha irmã.
Ele perdendo o noivo e eu vivenciado já há alguns meses um momento muito triste....
Mas, DEUS É PAI!
E em Sua Palavra sempre encontrei e encontro o que preciso para poder erguer a cabeça e continuar a jornada.
Está difícil para você?
Confia em Deus!
Dou-lhe a plena certeza de que quando tudo passar, você vai agir como estou agindo hoje, ou seja, estou lendo estas palavras que escrevi e me alegrando por comprovar que DEUS ESTEVE COMIGO o tempo todo!


Paz!


=========


"Mas tu, Senhor, é o escudo que me protege; és a minha glória e me fazes andar de cabeça erguida." (Sl 3.3)

O que seria de nós se não fosse essa certeza?
Tudo ao redor desmorona, tudo se direciona para uma incerteza e desespero.
Parece que não vamos acordar mais com notícias boas, só ruins.
Esse versículo nos conforta sempre.
Pois nos mostra que não devemos nada temer, independente de qual seja a situação.
E ela tem se mostrado muito desfavorável atualmente, principalmente diante da violência.
Tudo que vem ocorrendo faz com que nós vivenciemos uma das piores sensações que pode existir: o de impotência.
Impotência diante da violência e da negligência médica.
Nos sentimos mais um número de estatísticas.
E isso é ruim!!!
Não questionamos nada a Deus, claro!
Mas que fica um gosto amargo de não entendimento de nada na boca , isso fica!
QUE AVALANCHE!!!!

Mas reconheço que o Senhor é o meu escudo, ou seja, os dardos podem até vir, alguns podem até me atingir, mas serão apenas aqueles que forem permissão de Deus, pois o escudo não está em minhas mãos, Ele, nosso Deus, é o escudo.
Ele se direciona sempre para onde estiver vindo o pior ataque....
Reconheço que por isso, toda a glória é para Ele.
Nós não somos e nem podemos nada.
Ele é o único que merece de nós o louvor e, nesse ponto, Ele é ciumento.
Não admite que tal seja direcionado a outrem.
Como também reconheço que a Sua proteção me alcança por eu buscá-Lo de toda a sinceridade de coração e permitir que Sua Palavra me lave diariamente e, assim, possa fazer com que ela seja viva e eficaz no meu interior, fazendo-me andar de cabeça erguida, ou seja, de consciência tranquila de que o que me vier a acontecer jamais será por estar em erro, como muitos gostam de dizer.

Mas, por infelizmente sermos humanos e frágeis, muitas vezes esquecemo-nos disso.
Ainda mais diante das situações completamente distorcidas do que sonhamos e desejamos, do que até mesmo buscamos diariamente.

Enfim, vida cristã: uma jornada prazerosa não à vista dos homens...


Só que não desisto!