quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Escrita há anos e anos atrás...

Há quase 19 anos atrás escrevi esse poema abaixo...
Foi quando recebi a notícia da morte de uma pessoa muito amiga,
que faleceu com 22 anos de leucemia.
Eu havia (na época) há poucos meses vindo para Itaperuna quando
recebi tal notícia....
=======
Não!
Não existes!
Não poderei mais...
... te ver,
... te sentir,
... te ter.
Os meus sonhos agora são impossíveis.
Só ficarão na mente os momentos passados.
A tua voz não poderei mais ouvir.
Teus olhos não mais verei.
Nem estas letras tu virás a ler.
Meu coração está triste, inconsolável.
Derrama lágrimas...
A esperança não existe mais,
pois seu caminho teve um desvio.
Ficará na lembrança esse amor sofrido.
Pois só houve uma coisa que o fez se abalar...
... a distância.
"Ó meu Deus!
Ajuda-me!
Sei que ele está Contigo e agora vai descansar.
Enxuga essa lágrima que rola no meu interior,
que molha a minha alma,
que me vez sentir grande dor.
Preencha esse vazio que agora começa a existir.
Meus olhos choram rios...
Meus lábios não querem mais sorrir...
Sim!
Ele não vive.
Não respira.
Não sente o que é ser.
Mas ele está Contigo e agora ele vai viver.
Mas, Senhor, conforta-me!
Ajuda-me ainda mais.
A dor que eu sinto agora é mais sofrida que a outra.
A separação é maior...
Pois o que existe dele é só um corpo morto...
Corpo que voltará ao pó."

Um comentário:

Edsons Soeiro disse...

ola. Paz de Cristo, muito obrigado por estar seguido o educarcristao.blogspot.com.
Veja que tambem me tornei seguidor do Meu interior, muitas bençaos pra vc e toda sua casa.
Amem.
Obrigado.