segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Eu lhe entrego assim, o meu coração!

"O Senhor Deus é o sol e escudo; o Senhor concede favor e honra; não recusa nenhum bem ao que vivem com integridade." (Sl 84.11)
===========
Compreender toda uma situação às vezes se torna impossível.
Ainda mais quando não se compreende o "por que" de tudo.
E a dor?
Dor na alma...
Angústia...
Dor por não saber...
... por não querer...
... por não entender...
Dor por estar se vendo incapaz, sem condições.
Dor por ver a incompreensão, a falta de uma mão.
Parece que a solidão domina toda a alma.
Que andamos tentando até esbarrar no nada, apenas para sentir, incoerentemente, algo.
O olhar precisa de outro olhar.
Não qualquer um que vagueie, que seja vazio, que seja inóspito.
Mas aquele que vai tocar no âmago e vai dizer as tantas palavras que há tempos deseja se ouvir, mas que parecem ser até pertencentes a um conto de fadas.
Se o procura?
Quem sabe...
O achou?
Talvez sim...
Apenas continua caminhando.
Não desiste!
Quem sabe na próxima curva, em meios aos muitos que caminham, esteja ele?
Quem sabe ele já esteja olhando?
Quem sabe?
Então, vai enfrentando o medo e, sempre, suplantando a dor.
Como?
Mostrando um sorriso que engana ao redor, que esconde o interior, que mascara as lágrimas.
É esse coração que está neste momento sendo entregue em Suas mãos, ó Pai!
Eu Lhe amo, meu Deus!!!
Eu confio totalmente no Senhor!!!

Nenhum comentário: