terça-feira, 12 de maio de 2009

Minha dor....

Minha dor não tem explicação...
Nem mesmo posso lhe dar uma razão.
Mas sei que ela é sentida interiormente
e em dados momentos se torna evidente.

Expô-la não é minha vontade ou querer.
Há momentos que não há o que fazer,
pois a razão não suporta e solta o clamor
que diariamente cresce por causa da dor.

Notas desafinadas que tal dor entoa,
se confundem com a música que ressoa...
Nesse encontro meio sem jeito, em dueto cantam
no compasso das lágrimas que brotam.

É minha dor.....
Silenciosa e secretamente sentida
e que procura sempre ser contida.
É minha dor.....
Que conhece como sua cura obter...
Só não sabe se pode a mesma ter...

Nenhum comentário: