quinta-feira, 28 de maio de 2009

12 - dezembro - 2008

O coração questiona
e se inquieta de vez.
Uma sensação ruim impulsiona
a sentir que a verdade se desfez.
Mas qual era a verdade?
Qual era o real sentir?
Era apenas frivolidade
ou era a felicidade a se pedir?
É uma simples questão
que não terá resposta.
Pois toda uma situação
fez fugir qualquer proposta.
E assim continuo o caminhar,
tentando o tudo compreender.
Procurando saber o que é amar.
Tentando novamente viver.
========
Apesar de ter escrito esse pequeno poema no final do ano passado, teria escrito atualmente com as mesmas palavras...
Não por querer...
Mas por não entender...

Nenhum comentário: