quarta-feira, 29 de abril de 2009

Pare!

Você está a contemplar 
que nada irá ganhar, 
que na vida nada tem, 
não possui verdadeiros bens. 
Tudo o que lhe envolve 
é uma verdadeira ilusão. 
A paz não lhe devolve. 
A alegria tira do seu coração. 
Somente você poderá 
a realidade encontrar. 
Saia desse mundo vão. 
Saia dessa degradação. 
O que lhe dará o vício? 
O cheirar pó, tomar bolinhas? 
Porque a isso você deu início, 
se sabia que nada convinha? 
Não tenha nenhum receio. 
Não procure mais outro meio. 
Você tem que agora em mim acreditar, 
um nova vida iniciar. 
Eu sou o único caminho, 
a verdadeira e sentida paz. 
Eu sou seu real destino. 
Que lhe dará alegria eficaz. 
Você não viverá mais em desespero, 
nem em vão sonho, efêmero. 
Lhe darei a realidade. 
Lhe mostrarei a verdade. 
Não venha negar a verdadeira salvação. 
Não receie em experimentar essa nova sensação. 
Eu insisto no convite. 
Serei sempre seu ouvinte. 
Sou quem lhe ama em real. 
Sou quem tirará todo o mal. 
Eu lhe amo e desejo. 
Quero que venha a mim. 
Sou quem diz nesse ensejo:
seja meu até o fim. 
Eu me chamo diferente 
de tudo que você já viu à frente. 
Não sou de você desconhecido, 
pois já me viu em seu caminho. 
Sou quem em uma cruz 
deu a vida por lhe amar. 
Eu me chamo Jesus, 
venha a mim se entregar. 


=====


Escrevi esse poema para uma pessoa que estava se envolvendo com drogas... 
Infelizmente é um caminho que muitos ficam "brincando" em querer conhecer, só que é um verdadeiro abismo que traga aqueles que insistem em estar nele. 
Mas Cristo resgata tais vidas em qualquer situação que estejam... 
Bastam permitir que Ele lhes resgate e aceitassem as mãos que foram estendidas na cruz.

Nenhum comentário: