terça-feira, 6 de março de 2012

Voar!



Procurar meu interior. 
Vasculhar minha mente. 
Conhecer meu subconsciente. 
Vagar na imaginação. 


Tentar decifrar um enigma já tendo a resposta. 
Ter um conceito, um medo. 
Fazer uma viagem pela paixão. 
Sentir o afago da irrealidade. 


Imaginar o material. 
Jogar com o tudo. 
Perder o nada. 
Ruir como um castelo de areia,
     de imaginação. 


Tocar na saudade. 
Amar o ódio. 
Viver a verdade. 
Ser primeira no final. 
Fugir da fuga e encontrar o ego. 
Ouvir a própria voz muda, 
     o som surdo, 
     a vida morta. 


Correr e correr... 
Dar um basta para o "eu". 


Ver a paisagem livre, 
     o pássaro preso alegre. 
Rir com a tristeza 
     e chorar com a alegria. 
A liberdade extravasar. 


GRITAR! 
O choro... "pingar". 
Ser EU! 
Não mudar. 


A vida, um brinquedo, 
     mas não um jogo o amar. 


Voar! 
Ser! 
Amar!

2 comentários:

Ester disse...

Muito Profundo...rs...e complicado p mim...rs.rs!

Ester disse...

E vc está linda na foto. =)